Dicas úteis

A Lituânia mudará para o horário de verão neste domingo: é hora de preparar o corpo para as mudanças

184views

Os lituanos mudarão para o horário de verão em breve. . Este ano, o horário de verão começará na noite de 30 para 31 de março. 03h00 Não será apenas um dia de folga normal, mas também de Páscoa.

Como mudar para o horário de verão?

O horário de verão em si não é um problema. Afinal, os relógios dos smartphones, laptops, tablets e computadores são acertados automaticamente. Você só precisará fazer isso manualmente se tiver um relógio mecânico comum, despertador ou outro dispositivo semelhante.

Como a distorção do tempo afeta o corpo?

Mudar os relógios, quando o horário de inverno é alterado para o horário de verão (chamado “Horário de verão” ou DST), pode ter vários efeitos na saúde humana:

  1. Interrupção dos ciclos do sono: O horário de verão pode atrapalhar o ciclo de sono de uma pessoa. Algumas pessoas podem ter dificuldade em se adaptar ao novo horário e podem ter problemas para adormecer ou acordar cedo. Isso pode causar privação de sono e fadiga.
  2. Mudanças no humor e no estado emocional: Mudanças nos ciclos do sono podem afetar o estado emocional e o humor de uma pessoa. As pessoas podem sentir-se irritadas, cansadas ou mesmo irritadas devido à falta de sono e à adaptação do corpo às novas condições.
  3. Atividade física: Enquanto o corpo se ajusta ao novo tempo, os níveis de energia e a eficiência podem diminuir.
  4. Risco de problemas de saúde: Algumas pesquisas sugerem que o horário de verão pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares. Também pode haver um risco aumentado de acidentes de trânsito e de trabalho quando as pessoas experimentam privação de sono e dificuldades de adaptação.

Este material é apenas para informação geral e não deve ser usado como base para diagnóstico ou aconselhamento médico. As publicações neste site baseiam-se nas pesquisas mais recentes, relevantes e cientificamente sólidas, na área médica. No entanto, se necessitar de um diagnóstico ou aconselhamento médico, consulte o seu médico de família ou especialista.

Leave a Response