Jardim

A vizinha com os gerânios mais lindos do bairro revelou seu truque: basta uma gota desse líquido e eles serão literalmente regados de flores

195views

A flor de varanda mais popular é sem dúvida o gerânio. Exibe suas lindas flores por um tempo relativamente longo, razão pela qual é amplamente comprada e plantada por todos os amantes dos recantos mágicos das flores. No entanto, nem todo gerânio prospera e se parece com os das fotos. Se você quiser moscatéis realmente grossos e ricos, basta uma gota do ingrediente certo. Gerânios saudáveis ​​​​cobertos com flores coloridas podem ser obtidos adicionando iodo ao fertilizante. O iodo é conhecido principalmente por seus efeitos no bom funcionamento da glândula tireóide e atualmente é usado cada vez com mais frequência na medicina. No entanto, o iodo também reage com as plantas. Depois de adicioná-lo, as flores desabrocham. O iodo também é encontrado em pequenas quantidades em fertilizantes usados ​​para gerânios e algumas outras espécies de plantas de varanda. Tem efeitos fungicidas, ou seja, atuam contra estressores que reduzem a vitalidade da sua planta e drenam a energia necessária para o bom crescimento das folhas e flores. O iodo contribui para a floração permanente, por isso não deve acontecer que seus gerânios fiquem por algum tempo apenas com folhas. No geral, tem um efeito extremamente bom na resistência da planta, razão pela qual os gerânios suportam mais calor.

Prepare o fertilizante

Se você quiser ter certeza de que a fertilização dos gerânios terá o efeito certo, prepare sua própria preparação. O fertilizante caseiro com iodo é muito simples. Misture 1 gota de iodo puro em 1 litro de água (também pode ser água da chuva). Use para fertilização, mas não exceda a quantidade permitida. Não regue diretamente nas flores, mas despeje mais nas paredes internas do vaso. A dose máxima para rega diária é de 50 ml por planta. Se ultrapassar, poderá queimar as raízes com a noz-moscada. O ideal é regar com fertilizante iodado uma vez por mês.

Com os gerânios, muitas vezes acontece que as bordas das folhas começam a amarelar. Não se preocupe com a planta indo embora, apenas regue-a. Bordas amareladas significam falta de umidade e água em geral. Portanto, regue os gerânios com mais frequência e, nos meses de verão, borrife as folhas com um borrifador de água pela manhã, enquanto o sol ainda não brilha sobre elas. Se todas as folhas do gerânio ficarem amarelas e caírem, é um sinal claro de que você regou a planta.

Quando as geadas finalmente passarem, mantenha os gerânios do lado de fora. Não importa se é fevereiro ou abril. A geada é o principal fator na decisão de colocar os gerânios do lado de fora. Da mesma forma, não esconda os gerânios até que cheguem as primeiras geadas de outono. Todo produtor sabe que os gerânios permanecem um pouco feios após o inverno dentro de casa. Não precisa ter medo e cuidar dos gerânios. A rega regular e a remoção das folhas secas irão ajudá-los a obter a aparência certa. Não se esqueça de cortar os gerânios para o inverno ou antes da chegada da primavera. Não tenha medo de podar, os gerânios precisam dela para voltarem a ficar mais bonitos na primavera. Apare bem a barba longa e não tenha medo de deixá-la completamente curta. Os gerânios brotarão novas folhas jovens e ficarão mais densos.

As plantas não gostam de sol direto no verão, por isso tome cuidado onde colocá-las. Se, apesar da fertilização e da quantidade correta de rega, as folhas estiverem caindo, leve os gerânios para um local mais ensolarado. Se, por outro lado, os gerânios do sol tiverem excesso, reagirão com manchas avermelhadas nas folhas.

O cultivo tradicional de gerânios é um processo interessante e antigo que varia de acordo com a região e as práticas culturais. Os gerânios, com sua variedade de cores e formas, são flores populares cultivadas em todo o mundo por sua beleza e, às vezes, por sua fragrância. O cultivo de gerânios envolve vários métodos e práticas tradicionais básicas, que incluem:

  1. Escolhendo o solo certo: Tradicionalmente, os gerânios são cultivados em solo rico e bem drenado, capaz de reter a umidade sem reter quantidades excessivas de água. Correções opcionais do solo podem incluir a adição de composto ou solo foliar para melhorar sua estrutura e conteúdo de nutrientes.
  2. Localização: Os gerânios preferem locais ensolarados, mas em climas quentes podem apreciar sombra parcial, principalmente nos horários mais quentes do dia. As colocações tradicionais de gerânios incluem parapeitos de janelas ensolarados, terraços, varandas ou canteiros de jardim onde podem receber bastante luz.
  3. Rega: Os gerânios precisam de rega regular, mas moderada. O cultivo tradicional envolve regar de manhã cedo ou tarde da noite para evitar a evaporação da água durante o calor do dia e para garantir que a água chegue às raízes sem encharcar desnecessariamente as folhas e flores.
  4. Fertilização: Tradicionalmente, os gerânios são fertilizados com fertilizantes orgânicos, como composto ou carpa, que proporcionam uma liberação gradual de nutrientes. Nos tempos modernos, fertilizantes para flores especialmente formulados também são populares.
  5. Corte e manutenção: A poda regular é importante para promover uma floração abundante e um crescimento saudável. A remoção de flores gastas e podas ocasionais ajuda as plantas a manter a sua forma e estimula a formação de novas flores.
  6. Multiplicação: Os gerânios são tradicionalmente propagados por estacas, o que é uma forma eficaz de preservar as características da planta-mãe. As estacas são geralmente colhidas na primavera ou no outono e enraizadas em solo úmido ou água.

Estas práticas e técnicas tradicionais de cultivo de gerânios refletem o profundo conhecimento e experiência que tem sido transmitido de geração em geração. Embora os métodos modernos possam oferecer novas soluções e melhorias, os princípios básicos do cultivo tradicional de gerânio permanecem inalterados e são fundamentais para o sucesso do crescimento e florescimento destas belas flores.

Leave a Response