Dicas úteis

Leite pasteurizado ou não: o que é mais saudável? Resposta de especialistas

185views

Especialistas dizem que o não pasteurizado não só não traz mais benefícios do que o pasteurizado, mas também pode ser prejudicial à saúde.

O leite não pasteurizado pode conter bactérias nocivas. Estes podem incluir bactérias que causam doenças de origem alimentar, como E. coli, listeria, salmonela e muito mais. Os sintomas mais comuns dessas infecções são diarreia, cólicas estomacais, náuseas e vômitos. Sintomas mais graves podem ocorrer em adultos com mais de 65 anos, crianças menores de 5 anos, indivíduos imunocomprometidos e mulheres grávidas.

O leite não pasteurizado pode acarretar o risco de doenças mais graves, incluindo uma síndrome que pode levar à paralisia e à síndrome hemolítico-urêmica, uma condição rara, mas potencialmente fatal, que pode levar à insuficiência renal ou acidente vascular cerebral.

“O leite não pasteurizado pode ser contaminado de diversas maneiras. Mesmo animais saudáveis ​​podem transportar germes prejudiciais aos seres humanos. Os micróbios das fezes desses animais podem entrar no leite cru e contaminá-lo. Práticas de segurança adequadas podem reduzir a probabilidade de entrada de micróbios no leite cru, mas não eliminá-la completamente”, afirmam os especialistas.

Os especialistas aconselham fortemente as pessoas a consumir apenas leite pasteurizado. É improvável que contenha germes nocivos que possam causar doenças.

Este material é apenas para informação geral e não deve ser usado como base para diagnóstico ou aconselhamento médico. As publicações neste site baseiam-se nas pesquisas mais recentes, relevantes e cientificamente sólidas, na área médica. No entanto, se necessitar de um diagnóstico ou aconselhamento médico, consulte o seu médico de família ou especialista.

Leave a Response