Jardim

Semeie tomates pelo método FLORAÇÃO e as plantas vão literalmente brotar do solo: você não vai perder a COLHEITA durante todo o verão!

181views

Existem muitas maneiras de cultivar tomates para mudas.

Um dos métodos é o chamado plantio de mudas em “buquê”.

O princípio é que você semeie mais sementes em um poço.

Conheça este método único no canal do YouTube e experimente cultivar mudas este ano!

Isso não será incomum para muitos jardineiros.

O método bouquet de cultivo de tomates tem várias vantagens.

Eles permitem que você economize tempo e energia e você pode facilmente obter um grande número de mudas fortes.

A essência deste método é o método de semeadura em que você pode semear de 5 a 7 sementes em um buraco ao mesmo tempo.

Uma característica das mudas de tomate é que, quando danificadas, seu sistema radicular começa a se desenvolver ainda mais ativamente.

Isso contribui para um bom crescimento das mudas.

A separação das mudas de tomate cultivadas em buquês pode ser feita de diversas formas.

A primeira maneira é divisão do pedaço de argila.

Você não precisa se preocupar com a possibilidade de as raízes da planta rasgarem e murcharem.

Na verdade, não terá nenhum efeito negativo no crescimento das mudas.

A segunda maneira é embeber um pedaço de argila em água.

É importante que a água fique bem.

Lavando o solo facilmente você separa as raízes das mudas sem danificá-las.

Qual método de separação você usa depende de você.

Em ambos os casos raízes de tomate.

Como cuidar do tomate após semear?

Como cuidar das mudas de tomate?

Cultivar transplantes de tomate a partir de sementes é uma ótima maneira de obter plantas fortes e saudáveis. Se você cuidar bem deles, poderá esperar uma rica colheita de saborosos tomates.

Aqui estão algumas dicas para cuidar do transplante de tomate:

A luz: Os tomates precisam de muita luz, pelo menos 6 horas por dia. Coloque-os em um local ensolarado, como um parapeito de janela voltado para o sul. Se você não tiver luz suficiente, poderá cultivar transplantes sob iluminação artificial.

Temperatura: A temperatura ideal para o cultivo do tomate está entre 20 a 25°C. Proteja-os de correntes de ar e geadas. À noite, a temperatura pode cair para 15°C para promover a formação de raízes.

Rega: Regue os transplantes de tomate regularmente para manter o solo úmido, mas não encharcado. O melhor é regá-las de manhã para que as folhas tenham tempo de secar antes do anoitecer. Evite regar as folhas para prevenir doenças fúngicas.

Fertilização: Fertilize os transplantes de tomate uma vez a cada duas semanas com um fertilizante balanceado. Você pode usar fertilizante líquido ou bastões de fertilizante. Não fertilize demais as plantas para evitar queimar as raízes.

Aplicação: Quando as mudas de tomate atingirem uma altura de 10-15 cm, é hora de transplantá-las para vasos maiores ou para o jardim. Antes do transplante, endureça as plantas colocando-as ao ar livre algumas horas por dia. Ao transplantar, tome cuidado para não danificar as raízes.

Apoiar: Quando os tomateiros atingem uma altura de 30-40 cm, eles precisam ser apoiados em uma estaca ou estaca. Isso evitará que quebrem com ventos fortes.

Coleção: Os tomates estão prontos para a colheita quando estão maduros e macios ao toque. Colha-os manualmente, arrancando-os do caule.

Pontas:

Você pode remover os brotos inferiores do tomate para promover o crescimento.

Verifique regularmente as plantas em busca de pragas ou doenças.

Leave a Response